Rainara Maia
 

Olá. Sou Rainara Maia, formada em Pedagogia, Mestranda em Educação Brasileira (UFC) e moro numa região metropolitana de Fortaleza. Cresci num lar inter-racial e infelizmente sempre convivi com o racismo, tanto no discurso como na prática: primeiro em casa, depois na escola, no bairro onde moro, na Faculdade e nos diversos espaços em que habito. Por causa disso, durante muito tempo, estive alienada de minha identidade. No começo, eu não sabia dar nome ao problema, sequer sabia que o racismo é um problema. Mas depois que comecei a entendê-lo, passei a enxergá-lo em tudo - doloroso, mas necessário. Como ensina Silvio Almeida, o racismo é estrutural. Atualmente, me afirmo e me reconheço como mulher negra - de pele clara, reconhecendo que esse lugar social é marcado por opressões e também por contradições e desafios. É desse lugar que parto para construir minhas visões de mundo e foi desse lugar que aprendi que o afeto não anula o racismo, mas pode ser fortalecido/reelaborado com o rompimento dele. E é com esse intuito, de romper com o racismo (na minha família, no meu ambiente de trabalho, nas minhas relações, na sociedade como um todo), que tenho me empenhado em estudar, refletir, dialogar sobre isso na academia e na vida. Acredito que esse campo é um universo em expansão: quanto mais eu descubro, mais tenho o que descobrir, conhecer. Vou descobrindo aos poucos, no meu ritmo e com as parcerias que a vida, os orixás ou algum ser divino vem me proporcionando. Espero poder contribuir e compartilhar experiências, afetos e aprendizados com vocês. Um abraço.