Xenofobia e Racismo na Espanha

23/09/2019

Estive por um mês na Espanha deu para constar um fato: xenofobia e racismo escancarado.

Sei que minha parte aqui é sobre moda e black money ( mercado dos pretos para girar capital e rendimento financeiro aos pretos) , mas tive que escrever esse artigo sobre o que vivi na pele e de frente, vocês vão saber pouco a pouco o que talvez vocês já sabiam dos europeus e seus costumes sordidos sob os demais povos do mundo.

Passei um mês na Espanha, precisamente, nas Ilhas Baleares: Conjuntos de Ilha ao sul da Espanha e que pertence a ela .

Era Verão e nesse época sempre vai a Europa toda para lá.

Fiquei 26 dias em Palma de Mallorca.

Essa é a maior ilha das Ilhas Baleares e fica situado bem no meio do Mar Mediterrâneo, ao sul e bem perto fica a África e ao Norte, Noroeste e Sudeste a Europa junto a Espanha.

De uns anos para cá, teve crescimento dos refugiados e estrangeiros que vai tentar a vida e a sorte na Europa.

Por ser uma Ilha, perto da África, foi uma das principais rotas desses, juntos também com Sul-americanos e Chineses.

Eles trabalham arduamente no sol para vender barracas de sol, lanchonetes , mercearias, bicos, e trabalhos pequenos.

Tudo para sobreviver com estimativa melhor que seu país, mas tem um preço que sinceramente, acho muito desgastante psicologicamente e espiritualmente pagar, que é aguentar espanhóis e outros europeus que vem passar as férias aqui tratarem eles (sulamericanos, africanos e chineses) como algo secundário e sujo. Sim, sujo. Ouvi de um conhecido que europeus daqui NÃO se misturam com negros no geral.

Eles NÃO olham para negras para flertar, somente as brancas e quando eles olham para as negras, tratam literalmente como pedaço de carne( sem metáfora, eles te assediam e te seguem na rua para falar besteiras. Eu que falo inglês e espanhol entendo tudo e fico constragida. Eles não querem saber se você entende ou não. A maioria das vezes, eles querem que você entenda)

Os negros lá por sua vez, só querem e só saem com brancas.

Enquanto isso, as negras ficam de lado. Se sentem excluídas ou se sentem sexualizadas pelos fetiches dos europeus ( que sinceramente, sao MUITO BABACAS)

Algumas se sexualizam, se vendem, para sobreviver ou porque acham que vão subir de vida casando com algum europeu, mas a diferença é QUE ELAS QUEREM ISSO E NÃO QUE OS HOMENS AS TRATAREM COMO CARNE SOBRE A MESA.

Me senti muito mal lá, e isso porque fiquei 1 mês.

A cultura deles é de serem politizados e polidos, mas em questão de outro povos e nações, não se misturam e desdenham.

O Brasil pode ser ruim, mas pelo menos nós nos movemos por direito iguais . Lá, os negros aceitam ficar submissos a cultura, má postura e ao racismo