O reboliço em cima da chegada da Fenty Beauty

24/08/2020

Estão tendo muitos desencontros e falta de conhecimento que circundam a Ciência da Cosmetologia para pele negra Brasileira, até porque, tem pouco na Literatura ( Científica; para quem é leigo, Literatura aqui é sobre pautas e artigos científicos ) .

Vou explicar a vocês alguns pontos:

1)Marketing da Sephora Brasil está equivocada?

Em parte.

Eles estão pensando com capitalismo, com isso, querem lucrar, logo, fizeram marketing focado no que pensaram que seria rentável:influenciadores famosos para dar mais visibilidade a marca que estão franqueando, a Fenty Beauty. Na Cosmetologia, antes de estar na prateleira, passa por várias etapas, como buscar matéria prima, qualidade, desenvolvimento analítico, produção, marketing( estudo do comportamento do público-alvo consumidor, por exemplo), processo regulatório ( no Brasil, tem a ANVISA, a Fenty entrou para análise desde maio). Foram vários processos para estar na prateleira e o marketing não foi feito hoje, então eles tiveram tempo para escalar casting para divulgação e não pensar no público majoritariamente negros de pele escura, foi conflitante e alvitante para a Própria Empresa.

Deveriam divulgar mais para maquiadores, diletantes, influenciadores na área de Cosmetologia e expertises em maquiagem para pele negra de todos tons e subtons, pois saberiam conversar com público, que mais precisa de representatividade acessível na maquiagem, com coesão e mais didático.

2) devemos julgar famosas ou pessoas pretas de pele clara por terem sido pagas para fazer publicidade ou por ter recebido " mimos" para divulgar?

Eu creio que não devemos julgar pessoas famosas aos que não entendam de maquiagem, pessoas brancas que receberam "os mimos" ou dinheiro para divulgar a Fenty Beauty, uma marca que é para todas as cores, mas dialogar com Sephora Brasil sobre não distribuição para esses expertises negros na área . Outras pessoas criticarem que a maioria que receberam, foram pretos de pele clara, ironicamente chamados no twitter ontem nessa discussão de " lightskin" . Essa parte é preocupante, pois usaram esse argumento que soou separatista entre os próprios pretos .

3)Cadê a propaganda efetiva há meses atrás, já que a Fenty Beauty estava há bom tempo em aprovação na ANVISA?

Cadê a propaganda assertiva há meses com pessoas que não tinham representatividade de achar tom de maquiagem, como albinos e pretos ? Um editorial(tem como fazer remotamente, mesmo em tempos de pandemia) com esses tons fariam o público alvo sentir parte da marca e com certeza comprariam sabendo que a marca pensou nela .

Por que a Fenty Beauty é cara?

Fenty Beauty não é cara, nossa moeda que é desvalorizada. Eu comprei uma base e gloss vermelho, carro chefe dela, quando fui a Espanha por 35 euros e 22 euros, foi quase meu dinheiro todo, mas como a qualidade era boa e não vendia AINDA no Brasil em julho de 2019 , eu comprei (economizei durante minha estada para comprar ).

E para eles é como se tivessem pagando 35 reais e 22 reais, se pensarmos assim.

No final , eu quero que seja advertência a empresa Sephora para que repensem na divulgação para ser acessível a todos(as/es) aqueles que irão decidir se comprarão a Fenty.

E a vocês, qual é a verdadeira indagação? Repense nas lutas certas e façam as lutas unidos, parando de brigar sob ótica de coloração dos tons de pele ( vulgo colorismo) e sem deslegitimar outra pessoa preta pelo trabalho dela ( no caso das famosas ou influenciadores que não são experts em maquiagem)