Beyoncé is Queen

02/07/2020

Muitos conhecem a Beyonce pela música, pela performance perfeita e tudo que toca é com perfeccionismo, delicadeza e ferocidade ( não é à toa que seu alter ego é Sasha Fierce)

Beyoncé Knowles Carter, veio do grupo Girls Tyme , depois formou Destiny's Child e hoje é a Beyoncé.

Preocupada com mazelas da atualidade de seu povo, se posicionando com força. Vou citar algumas dessas atividades:

-Black Parade: Plataforma de incentivo ao Black Money, consumo de produtos e serviços entre negros, onde em seu site há filtros de produtos de empreendedores negros. Muito importante um artista renomado ajudar a rentabilidade da população negra e para população negra.

-Música Black Parade: com a plataforma, lançou adjacente, música mostrando influência de ancestralidade e a sua religião e crença, visando a importância de representatividade das religiões e crenças de matrizes africanas, onde o racismo religioso é um dos racismo mais estruturado na sociedade negando desde a escravidão, o africano e seus descendentes a praticar sua Fé.

-Apresentação Super Bowl 2016: A apresentação era do Bruno Mars e "repentinamente" aparece ela com exército de mulheres negras vestidas de Panteras Negras, cantando pela primeira vez, a sua música "Formation", música revolucionária de sua carreira sobre vidas negras morrendo por ações policiais e para o sistema racista. Teve boicote da parte da polícia e da parte da sociedade. Em um momento, ela faz formação em X com as suas dançarinas, alusão ao ativista Malcom X.

- Discursos Alunos 2020 e BETAwards 2020: em muitos discursos, a Beyoncé se posiciona pelo feminismo e negritude. Nesses discursos recentes, ela falou dos protestos, da importância e do conteúdo que muitos de nós possamos ter, e repassar aos que não tiveram. Agradeceu e pediu para continuarmos a luta pelas questões raciais .

- Filme Black is King: Há um ano aproximadamente , na surdina, Beyoncé vem trabalhando para Disney criando projetos para essa organização. Um dos seus projetos se chama Black is King, mostrando a importância da ancestralidade e de protagonismo da realeza africana que herdamos.

Beyoncé trabalha arduamente pela comunidade a um tempo e por isso não é "ativista de telão" que muitos dizem, ao quererem diminuir uma mulher empreendedora que faz muito pela comunidade, não só como obrigação, mas por amor ao fazer.

Falta mais algo que ela fez que não falei?